Páginas

domingo, 1 de maio de 2011


E quando um de meus anjos morre, um pedaço de meu coração é enterrado junto deles, e continua pulsando ao lado de seus corpos.

Beijos D.

Nenhum comentário:

Postar um comentário