Páginas

sábado, 16 de abril de 2011

O vazio libertador

Perdida na solidão esvoaçante
Me escondendo atrás de meu próprio silencio
Me envolvendo na soturnidade desta noite escura
Sob este luar deslumbrante
Iluminando minhas lágrimas
Protelando para as estrelas
Me isolando no interior de meus gritos
Fugindo do calor consolador
Me recuando da luz triunfante
Optando para o vazio libertador
Me refugiando e meu mundo alternativo
Aonde posso expulsar meus demonios
Aonde posso purificar meu sangue
Aonde posso me encontrar na escuridão que existe em mim,
e aprisiona-la em um mundo oculto,
dentro de minha alma.

Beijos D.

Nenhum comentário:

Postar um comentário