Páginas

terça-feira, 29 de março de 2011

Anjos decaindo na terra dos desalmados




Todos os anjos estão morrendo. Só sobrou a mim. Fragmentos de esperança. Aonde nos chegamos? Milhões de almas serão sacrificadas. Milhões de inocentes morrendo pela desgraça alheia. Começará uma nova guerra. A doença está se espalhando e não sei como impedir. Todos estão sem forças. Estou sozinha. Sozinha tentando lutar por tudo que acredito. Lutando por mim, por você e por todos aqueles que morrerão sem razão nesta batalha. Nosso exercito está sendo derrotado. Todos estão se adoentando e decaindo pela terra. Estão fracos para levantar. E não há ninguém que possa levantar todos eles. Temo perder as forças e não conseguir salvar quem amo. Salvar todos das almas perdidas que continuam vagando por nosso mundo. Há muita gente morrendo abaixo de seus olhos. A muita gente morrendo na escuridão da noite. Muitos anjos estão se revoltando. Muitas anjos estão partindo. Me doí ver que terei de lutar com aqueles que já estiveram em meu lado. Me doí saber que haverá muito sofrimento, e que não posso impedir esta batalha. Ela já está traçada. Anjos decaídos acabaram eliminados, antes mesmo de tentarem se salvar. Todos caiem mais depressa e não aprendem a voar novamente. Humanos puros resgatam os que podem. Anjos ainda firmes buscam da escuridão apenas aqueles que desejam voltar. Está praga está nos infectando. Quando isto irá acabar, o meu Deus, me diga.
A guerra não acabará tão cedo. A batalha está a caminho. Punidos injustamente. Quais são seus planos querido Deus?
A matança irá começar? Não teremos como nos defender?
Colocarão este mundo abaixo e não há nada que possamos fazer?
Almas demoníacas irão dominar todo o nosso espaço. Almas inocentes serão banidas?
Em breve tudo irá mudar. Só o que me resta, é voar. Só o que me resta é salvar as almas. Tentar ao máximo não perder as forças e lutar até que isto não seja mais possível. Até que eu esteja atirada no chão próxima da morte. Eu lutarei por todos os anjos. Até os mais fortes estão desistindo.
Vamos nos unir. Vamos orar. Precisamos de forças para aguentar.
Derramo lágrimas, sempre que um anjo morre. Seguro suas mãos e tento salva-los. Mas a dor imensa os faz desistir.
Me de a mão. Vamos lutar. O amor é mais forte que todo este ódio.
Vamos nos unir, e criar uma grande barreira de amor. Para que está praga, seja finalmente, detida.
Pois todos aqueles que não tiverem forças o suficiente, terão de ir embora.

Beijos D.

Nenhum comentário:

Postar um comentário