Páginas

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Tentando aceitar


Me perdoe por ser idiota. Me perdoe por não saber amar. Me perdoe por errar aonde não deveria haver erros. Me perdoe por não conseguir viver padrões. Eu realmente não consigo acreditar que te amo. Sempre que tento te esquecer da um nó em minha cabeça, e por mais que você desapareça de minha vida por alguns dias ou semanas, sempre volta. Talvez, o verdadeiro amor nunca morra. Mas por que você? Por que não ele, ou aquele? Por que logo você?

Eu ainda tento me acostumar com a ideia. Me impressiono ao perceber que e não conseguiria te perder. Então me perdoe por as vezes que tentei te ignorar ou tentei fazer de conta que não te amo. Me perdoe por não aceitar o fato de te querer aqui. Eu sempre faço tudo errado, mas você é tudo que eu preciso agora. Me desculpe. Agora me afogo em lágrimas percebendo tudo que eu fiz, e mais ainda por você não ter ficado bravo. Por ter ficado quieto. Chorando. Eu sinto muito, eu sou idiota, e você não poderia ter se apaixonado por pessoa pior. Eu tento me isolar para tudo na minha cabeça se esclarecer, e assim você fica solitário. Eu acabo deixando você de lado, para te entender. É uma nova realidade para mim. Já te amo há muito tempo. Mas só agora percebi que eu não posso fugir, e que não me perdoaria nunca se você fosse e eu não tivesse feito nada para impedir, nunca me perdoaria por não ter te dito tudo isto. E me arrependeria de todas as vezes que evitei dizer que te amo. Só o que quero agora é te abraçar com toda a força e ter certeza de que você foi feito para mim. Pois por muito tempo tentei não acreditar em tudo isto. Mas tenha certeza de uma coisa. SEM VOCÊ EU NÃO VIVERIA.

Beijos D.

Um comentário:

  1. Você já está cadastrado no LinkAfiliados, seja bem-vindo .
    Para saber como deixar seu blog em destaque entre em contato :
    e-mail: gabrielmenchine@gmail.com
    msn: gabrielmenchine@hotmail.com

    ResponderExcluir